Notícias de franchising

11.11.2008

MASINTIMO CHEGA A PORTUGAL

A Masintimo veio para ficar e crescer. Com a inauguração da primeira loja no centro histórico de Chaves em Outubro, a cadeia de lojas multimarca de moda interior iniciou a expansão em Portugal. «O objectivo é abrir 40 lojas em território nacional num prazo de cinco anos», informa o director da Masintimo em Portugal, Miguel Milho. Criada em 2004 em Espanha, a marca conta no país de origem já com mais de 30 unidades comerciais. Shoppings e lojas de rua nas principais cidades do país e em centros urbanos de pequena dimensão são as localizações preferenciais.

Moda, qualidade e preço são o conceito da Masintimo. Assim, os clientes podem adquirir nas lojas marcas de renome: Miss Sixty, Energie, Antonio Miro, Lois, Disney, Warner, High School Musical e ainda Admas, a marca própria. Desde lingerie, collants e meias até fatos de banho e pijamas, na Masintimo encontram-se produtos para todos, ou seja, homem, senhora e criança. De salientar que o público-alvo vai dos cinco aos 35 anos.

Arranque sem riscos
«O risco para o comerciante é praticamente nulo, porque não compra a mercadoria», sublinha Miguel Milho. E este conceito de consignação é inédito em Portugal. «Cada franchisado só paga o que vende, o que sobra é devolvido no fim dos saldos. O master coloca nas lojas toda a mercadoria e obtém uma constante rotação de produtos através de reposições semanais. Por isso, o franchisado não tem responsabilidade quanto ao recheio da loja», frisa o responsável.

Outro ponto forte é que o público português já aprecia as marcas que a empresa vende. A Masintimo também oferece preços competitivos, graças à produção própria. Aliás, uma taxa de dez por cento do total é produzido em fábricas lusas. Em relação ao investimento inicial a abertura de uma loja é acessível. «Para um espaço de 30 metros quadrados o franchisado precisa de investir um total de 30 mil euros», explica o responsável. No entanto, uma loja Masintimo pode ter uma dimensão bem maior, até a 100 metros quadrados, de acordo com o local seleccionado. Na opinião de Miguel Milho, «o segmento de roupa interior tem muito para crescer, já que ainda há poucas marcas especializadas».

Pesquisa por Marca

Catálogo de Franchising
Franquias de Lazer, Cultura e Viagens
Franquias de Mobiliário e de Decoração
Franquias de Moda
Franquias de Restaurantes e Hotéis
Franquias de Saúde, Desporto e Beleza
Franquias de Serviços a Empresas
Franquias de Serviços para Casas e Construção
Franquias de Serviços Pessoais
Franquias do Sector Automóvel
Franquias na Área da Alimentação
Franquias para Escritórios, Tecnologia Informática e Telecomunicações
Franquias Várias